Notícias

Desenvolvimento integral

Tamanho da fonte: A- A+ imagem_evento

Publicada: 29/06/2015

Gol de Letra e adidas lançam pesquisa sobre jovens monitores esportivos

Fonte: Fundação Gol de Letra

A avaliação mostra os resultados do impacto do esporte na realidade dos jovens monitores e dentro das sete comunidades atendidas pelo projeto Ginga Social e pelo programa Jogo Aberto



IMG_1589

 

Fundação Gol de Letra, em parceria com a adidas, lançou no último dia 9 de maio de 2015, a pesquisa “Transformações de Vida do Jovem Monitor Esportivo”. Destinada aos profissionais, pesquisadores, avaliadores e formadores de opinião do meio da Educação, do Esporte e de organizações sociais, seus resultados contribuem para a qualificação de propostas para jovens.

 

Clique para acessar a pesquisa na íntegra: http://migre.me/qqust

 

A pesquisa ajuda a Fundação Gol de Letra e fortalece a área de Disseminação de Tecnologia Social da instituição, na transferência de sua metodologia, por meio da Formação de Jovens Monitores Esportivos, que em síntese é avaliada como uma intervenção social efetiva à medida que:

 

  • Tem elevado valor simbólico para os jovens monitores e seus familiares;
  • Professores são referências para os jovens monitores e estes são referências para os educandos;
  • Possui potencial para inclusão social;
  • Transformou e transforma a vida dos jovens e seus familiares, em especial às expectativas de futuro e o interesse pelo acesso à universidade.

 

O estudo qualitativo foi realizado por meio de entrevistas semiestruturadas, e identificou dados do impacto da Formação de Jovens Monitores Esportivos nas comunidades atendidas pelo projeto de disseminação Ginga Social (desde 2011) e programa Jogo Aberto (desde 2004), como agentes de transformação social.

 

A pesquisadora Mel Corá apresenta o resultado do estudo

 

A pesquisadora Mel Corá apresenta o resultado do estudo

 

O projeto Ginga Social, realizado em parceria com a adidas, faz transferência da metodologia do esporte educacional utilizada pela Fundação Gol de Letra para seis outras organizações localizadas em Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

 

Já o Programa Jogo Aberto, acontece desde 2004 e é o carro-chefe da instituição no desenvolvimento de cultura esportiva na Vila Albertina, em São Paulo, onde atua e desenvolve metodologias de transformação social com Esporte e Educação Integral.

 

Ao investir em jovens como monitores esportivos, a Fundação Gol de Letra aposta no desenvolvimento integral e no potencial dos jovens como multiplicadores de atitudes e conhecimentos. Trata-se da aplicação do conceito de educação de pares, uma referência neste e em outros programas da instituição.

 

Com o objetivo de descrever e analisar a trajetória de 28 jovens que participam ou participaram da Formação de monitores, foram entrevistados ainda 15 responsáveis, uma vez que acreditamos na participação das famílias em todas as atividades da instituição.

 

A pesquisa identificou informações e resultados sobre cinco temas :

 

Ingresso – entendendo melhor as motivações dos jovens para procurar a Formação de monitores esportivos

 

Atividades de Jovens Monitores – identificando boas práticas reconhecidas pelos jovens e a necessidade de novas estratégias

 

Relacionamento – a Formação como um espaço onde o jovem estabelece novos vínculos junto aos outros jovens monitores, educadores, educandos e moradores

 

Mudança de vida – resultados concretos relacionados à mudança de atitudes e aquisição de competências e habilidades úteis a sua vida social

 

Planos de futuro – jovens reforçam que a Formação trouxe aprendizados para “toda a vida” e possuem novas perspectivas de ingresso na universidade, ou ainda, entrada na carreira militar ou mercado de trabalho.

 

Uma das estratégias cada vez mais fortalecidas tanto na Gol de Letra, quanto nas organizações do Ginga Social, é a atuação em parceria com as escolas públicas, fortalecendo vínculos, aproximando e promovendo o engajamento dos jovens com os projetos. A pesquisa revelou que esses esforços são recebidos de maneira bastante positiva pelos monitores. Todas as instituições executoras da Formação de Jovens Monitores Esportivos possuem investimentos nesse sentido.

 

Em relação aos resultados relacionados à mudança de vida, a aquisição de responsabilidade é a primeira mudança identificada pelos monitores. Na sequência, apontam as seguintes mudanças: novas aprendizagens; desempenho escolar; trabalho em grupo; liderança; comunicação; reconhecimento dos educandos (crianças mais novas); autonomia-paciência (com as crianças/educandos do Ginga ou Jogo Aberto).

Sóstenes Brasileiro, diretor geral da Gol de Letra, Mel Corá, pesquisadora, Gudrun Messias, gerente de sustentabilidade da adidas, e os monitores Lucas e Jéssica respondem às perguntas do público sobre os resultados

 

Sóstenes Brasileiro, diretor geral da Gol de Letra; Mel Corá, pesquisadora; Gudrun Messias, gerente de sustentabilidade da adidas; e os monitores Lucas e Jéssica respondem às perguntas do público na apresentação dos resultados.

 

A pesquisa também sinalizou para as organizações executoras do projeto a importância de refletir, ainda mais, sobre o papel da bolsa-auxílio na retenção dos jovens, uma vez que investimos em qualificação. Outro ponto de atenção, presente nas narrativas dos monitores do Ginga Social, aponta para a necessidade de melhorias na estruturação do processo formativo.

 

A avaliação, portanto, nos mostrou aspectos importantes na transformação de vida dos jovens que já participaram ou participam da formação, atestando a importância desse trabalho, mas também revela informações úteis para seu aprimoramento, visando resultados sempre melhores.

 

A partir de 22 de junho o Relatório completo da pesquisa “Transformações de Vida do Jovem Monitor Esportivo” estará disponível no site da Fundação Gol de Letra.



Comentários(0)

Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

Saiba mais:

O que fazemos

  • Assessoria as políticas educacionais, sociais e culturais
  • Formação de agentes educacionais, sociais e culturais
  • Implementação de programas e projetos
  • Produção e disseminação de conhecimento

Como fazemos

Nossas Redes

Abong Rede Nossa São Paulo Rede primeira infância Todos Pela Educação