Notícias

Avaliação externa

Tamanho da fonte: A- A+ imagem_evento

Publicada: 18/08/2015

Plataforma Devolutivas Pedagógicas será apresentada hoje na VIII Reunião da Abave

Fonte: Todos Pela Educação

Iniciativa oferece a gestores educacionais e professores uma ferramenta para melhorar a interpretação dos resultados da Prova Brasil/Saeb

 

Hoje (18), às 18h, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a Associação Brasileira de Avaliação Educacional (Abave) e movimento Todos Pela Educação (TPE) apresentam a plataforma Devolutivas Pedagógicas (devolutivas.inep.gov.br) durante a VIII Reunião da Abave – Avaliação de Larga Escala no Brasil: Ensinamentos, Aprendizagem e Tendências, que acontece entre os dias 18 e 21 de agosto, em Florianópolis (SC).

 

Lançada no último dia 6 de agosto, a plataforma é uma iniciativa do Inep, com a parceria do TPE e da Abave e apoio da Fundação Lemann, do Instituto Unibanco e do Itaú BBA. O site oferece recursos para tornar ainda melhor o planejamento pedagógico dos professores e, em consequência, a aprendizagem dos alunos na Educação básica brasileira.

 

Na página, professores e gestores têm acesso a itens da Prova Brasil/Saeb acompanhados de comentários pedagógicos e das respectivas estatísticas de aplicação. É possível saber, por exemplo, qual foi a porcentagem de alunos que respondeu corretamente a uma questão e quantos, por sua vez, optaram por um distrator (um distrator é uma alternativa incorreta, porém capaz de mostrar, por exemplo, que o raciocínio empregado pode decorrer de uma provável lacuna no ensino daquele conteúdo). É a primeira vez que os educadores vão ter acesso aos resultados da Prova Brasil de maneira dinâmica e integrada, com uma explicação pedagógica dos resultados numéricos, acesso aos itens, comentários pedagógicos que ajudarão a interpretar o nível de proficiência dos alunos em língua portuguesa e matemática.

 

Na ocasião de seu lançamento, o Presidente do Inep, Chico Soares, afirmou que a nova plataforma é um ponto a partir do qual a Educação brasileira precisa caminhar. "A realidade é mais complexa que os números. Nenhuma avaliação pode terminar apenas em um mero dado estatístico. As avaliações precisam terminar com os professores entendendo por que os alunos receberam determinada pontuação como resultado numa prova", explicou Soares.

 

Outra funcionalidade da plataforma é possibilitar a comparação dos resultados da Prova Brasil entre escolas e localidades. Com as informações estatísticas, é possível contextualizar indicadores como o de nível socioeconômico, possibilitando maior compreensão dos fatores que influenciam o desempenho dos alunos nas áreas e anos avaliados.

 

Para o lançamento da plataforma, foram comentados e cadastrados cerca de 500 itens de matemática e língua portuguesa. O Inep pretende tornar rotina o cadastramento de itens na plataforma. Todas as questões que não serão mais utilizadas nas edições futuras das avaliações e, portanto, não precisam ser mantidas em sigilo, poderão ser comentadas e cadastradas.

 

“Trata-se de um patrimônio público importante, colocado a serviço dos gestores e professores em sala de aula por meio da plataforma. Os dados empíricos de aplicação de cada questão fornecem informações preciosas sobre a aprendizagem dos alunos. Acreditamos que conectar professores e gestores com a Prova Brasil por meio das questões organizadas e contextualizadas pedagogicamente amplia o foco das avaliações externas da mera prestação de contas para a transformação da prática docente”, afirma Alejandra Meraz Velasco, coordenadora-geral do TPE. O uso pedagógico dos resultados das avaliações é uma das Bandeiras do TPE.

 

Para viabilizar a plataforma, o Inep contou com apoio técnico da Abave e mobilizou uma equipe de 24 especialistas das duas disciplinas, além de servidores do próprio instituto, que coordenaram a produção dos comentários pedagógicos.

 

“A plataforma devolve os resultados da Prova Brasil/Saeb explicando o que significam pedagogicamente e exemplificando de maneira dinâmica a escala de proficiência. Os itens âncora em cada ponto da escala foram utilizados para interpretar a escala naquele ponto e a plataforma exibe alguns desses itens para exemplificar a interpretação daquele nível, permitindo entender mais claramente o significado da escala e o que os alunos sabem e são capazes de fazer quando posicionados naquele nível", comenta Ruben Klein, presidente da Abave. "Ela deve ser continuamente atualizada e amplamente divulgada para gestores e professores, especialmente nos cursos de formação inicial e continuada dos docentes, para que possam se apropriar dessa importante ferramenta”, completa.

 


Prova Brasil/Saeb
A Prova Brasil – A Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), também denominada Prova Brasil, é uma avaliação censitária envolvendo os alunos da 4ª série (5º ano) e 8ª série (9º ano) do Ensino Fundamental das escolas públicas das redes municipais, estaduais e federal. O objetivo é avaliar a qualidade do ensino ministrado em escolas públicas que possuem, no mínimo, 20 alunos matriculados nas séries/anos avaliados, sendo os resultados disponibilizados por escola e por ente federativo.

 

A Prova Brasil integra o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e tem como principal objetivo avaliar a Educação Básica brasileira e contribuir para a melhoria de sua qualidade e para a universalização do acesso à escola, oferecendo subsídios concretos para a formulação, reformulação e o monitoramento das políticas públicas. Além disso, procura oferecer dados e indicadores que possibilitem maior compreensão dos fatores que influenciam o desempenho dos alunos nas áreas e anos avaliados.

 



Comentários(0)

Observação: as opiniões aqui publicadas são de responsabilidade apenas de seus autores. Os números de IP dos responsáveis pelos comentários estarão à disposição de vítimas de eventuais ofensas veiculadas neste espaço.

Saiba mais:

O que fazemos

  • Assessoria as políticas educacionais, sociais e culturais
  • Formação de agentes educacionais, sociais e culturais
  • Implementação de programas e projetos
  • Produção e disseminação de conhecimento

Como fazemos

Nossas Redes

Abong Rede Nossa São Paulo Rede primeira infância Todos Pela Educação